Wiirobot

Câmera controlada por um Acelerômetro ADXL330 presente no controle do Wii (Nunchuck), montado sobre um suporte Pan and Tilt de acrílico.

VÍDEO:

CONTEÚDO:
Para o nosso primeiro projeto na graduação de engenharia da computação decidimos realizar algo que estivesse dentro de nossos conhecimentos, que tivesse uma boa aceitação dos professores e que estivesse dentro dos pré-requisitos de elaboração do projeto.
O projeto em questão propõe o desenvolvimento de um robô para câmeras de segurança. O controle do robô é feito através do acelerômetro que o controle Nunchuck do Nintendo Wii possui. O suporte para a câmera e seus servos motores é denominado de pan and tilt e em nosso projeto foi feito utilizando acrílico. Os comandos são realizados através do microprocessador Arduino Duemilanove conectando-se ao computador através de porta USB embutida nele.
Outro aspecto relevante frente ao projeto é que atualmente existe um grande aumento de sistemas de segurança para diversas aplicações, os quais serão alvos de aplicações do projeto a ser desenvolvido.

O principal objetivo deste projeto é o controle do movimento do suporte com a câmera de segurança através de um controle que possui um acelerômetro interno, permitindo o controle da câmera à distância e um maior aproveitamento do espaço de cobertura.
No projeto é utilizado o microprocessador Arduino Duemilanove, devido a algumas facilidades na programação e implementação do mesmo, evitar a inserção de componentes e tratamentos adicionais além do conhecimento prévio dos integrantes do grupo.
A interface homem máquina é feita pelo próprio controlador Arduino, que possui toda a lógica de controle. Ele possui um ambiente de desenvolvimento de suas funções que se comunica com o computador através de porta USB acoplada na placa.
Um dos principais desafios do projeto é com que ele seja adaptado facilmente nos mais variados sistemas de segurança presentes atualmente no mercado.

MATERIAIS:
– Arduino Duemilanove;
– Placa de Acrílico;
– Controle Nunchuck do Nintendo Wii;
– Protoboard;
– Camera USB;
– Micro Servos Motores;
– Cabos Diversos;
– Base de Madeira;

CONCLUSÃO:
O presente trabalho proporcionou uma compreensão ampliada do controle de movimento de uma estrutura mecânica, do uso de microcontroladores, tais como o Arduino, e a integração de hardware e software afim de realizar uma função.
No tangente ao trabalho como um todo fica claro a presença dos conhecimentos de forma integrada como os de fisica, no controle dos motores na estrutura pan and tilt, a disciplina de técnicas avançadas de programação e estrutura de dados, com o C++ e a disciplina de sistemas digitais, que nos ajudaram na composição da protoboard e na integração de todos os sistemas.
Como resultado, podemos afirmar que o projeto obteve sucesso ao integrar todos os conhecimentos obtidos e também na iniciação em desenvolvimento de projetos acadêmicos, desde o pré-projeto até o resultado final.

AUTORES:
– Alexander Pataki
– Henrique Soares Hinke
– José Eduardo da S. Rodrigues
– Matheus A. Q. Sene

CONTATO:
– hhinke@gmail.com
– eduvga10@gmail.com

IMAGENS: