Projeto Radar

O projeto radar tem como finalidade, detectar e processar a velocidade média de um veículo. Tendo acoplado em seu conjunto, um sistema de detecção por imagem do indivíduo que ultrapassou um determinado limite de velocidade.

VÍDEO:

CONTEÚDO:
Alimentação constitui um transformador 127V/15V acoplado a um circuito regulador de tensão de saídas 12V e 5V. Usau-se a saída de 5 volts para alimentação do micro controlador 8051, módulo serial e módulo display sete segmentos. Para controle do sinal recebido dos sensores capacitivos é usado a tensão continua de 12V. Para recebimento da passagem dos veiculos tem-se dois sensores capacitivos dispostos na pista, o circuito é constituido por dois reles isso porque o sensor capacitivo apenas disponibiliza o sinal lógico 0, e como é necessário a utilização do sinal 1 para reconhecimento do código em C o rele tem como finalidade mudar o sinal de 0 para 1. A torre de mostragem da velocidade é baseado em um estrutura de madeira, onde que em seu interior se localiza o módulo de display de sete segmentos. O display de sete segmentos constitui-se de unidade e dezena acionada por 4 bits cada display. Cada conjunto de 4 bits é enviado para decodificados CD4511 que codificam o valor binário de entrada (unidade ou dezena) para decimal e mostram na estrutura montada. Esse módulo é alimentado com 5 volts. A maquete é simples e construida sobre uma base de isopor, onde é caracterizado uma pista comum de veiculos. Comunicação serial é base essencial do projeto pois é ela que envia a velocidade registrada na tarre para uma log de registro no computador. Essa log é criada em C, e ela guarda os registros das velocidades em suas respectivas datas e horarios. O código de geral criado em C, calcula a velocidade do veiculo em mm/s e envia o sinal para que seja registrada a foto na camera digital. Alem de tratar a comunicação serial. Modulo de disparo da câmera digital tem em seu planejamento um CI4066, que é acionado imediatamente que um veiculo ultrapassa a velocidade permitida. Foi necessário o uso desse componente devido ao alto delay gerado pelo microcontrolador. E finalmente para gerenciar os dados recebidos via serial e transferilos para uma log de registro .txt, um layout usando o Visual Basic 6 foi criado onde é mostrado todos os registros de velocidade.

MATERIAIS:
Regulador de tensão 7812, Regulador de tensão 7805, Diodos N4007, Capacitores eletrolíticos 1000uF, Capacitor eletrolítico 2200uF, Capacitores de cerâmica 100nF, Led’s auto brilho, Cristal oscilador 5,5MHz, Resistores 330Ω, CI CD4511, Soquetes para CI’s, Displays 7 segmentos Catodo comum, Capacitores de cerâmica 1μF, CI Max232, Resistores 1KΩ, CI 4066, Conector DB9, Reles 12Volts, Conectores diversos modelos,  Fenolite, Fios para conexão, Multímetro digital, Isopor, Computador, Transformador, Microprocessadores 8051 2, sensores capacitivos, Alicate bico e corte, Gerador de funções  e Osciloscópio

CONCLUSÃO:
Assim através dos conhecimentos pratico ou teórico adquiridos das disciplinas, pode-se desenvolver e implementar um projeto integrado. Além de agregar conhecimentos novos na resolução rápida e pratica de problemas que podem ocorrer em um sistema ou máquina. Ao longo de todo o processo de desenvolvimento, dificuldades ocorreram em relação às etapas de implementação e integração hardware e software. Informações exatas, como freqüência, para configuração de serial necessitaram de ajustes precisos. Foi possível programar códigos de controle, não somente em Assembly, em C para gravação em microprocessadores na implementação de diversos recursos em indústrias ou projetos didáticos. Buscaram-se todas as informações teóricas possíveis e necessárias para um bom resultado no termino do mesmo.

AUTORES:
– Carlos A. Gouvea da Silva
– Edson Leonardo dos Santos
– Rafael Veiga de Moraes

CONTATO:
– carlos2005ale@yahoo.com.br

DOCUMENTAÇÃO:
Radar_documentacao.pdf

IMAGENS: