Auto Farm

O projeto consiste em uma maquete de uma fazenda, onde alguns mecanismos da mesma serão automatizados.A Equipe pretende primeiramente tornar um portão automático e gerenciar a dependência de luz em uma estufa, fazendo assim o acendimento ou desligame

CONTEÚDO:
Utilizamos um motor 12 V e 400mA de passo para abrir um portão com comunicação por porta paralela. Pegamos informações de como enviar sinais via paralela na internet, a qual também utilizamos para acender e apagar leds com voltagem menor q 5 volts. Foi feito também um sistema de iluminação fotosensivel com um resistor LDR. A maquete como todas as casas da mesma foram construídas com madeira e pintadas.

MATERIAIS:
Lista dos principais materiais utilizados:
MDF ( “madeira” )
Motor de passo
Transformador
Conector para paralela
Fio de cobre
Placas de fenolite
Resistores
Capacitores
Transistor
Reguladores de tensão de 5v e 12v
CIs ( circuitos integrados )
Resistor LDR
Led´s
Fios para conecção em geral

CONCLUSÃO:
A realização deste projeto integrado possibilitou a junção do estudo teórico com a prática. O principal aprendizado é usar os conhecimentos estudados aplicando-os corretamente na prática.
Muitas foram as dificuldades para o desenvolvimento do projeto, mas com elas veio muito aprendizado.
O fato de vivenciar os problemas com os componentes, sistemas, aparelhos não estudados ou o desconhecimento do funcionamento dos mesmos pelos integrantes da equipe, fez com que houvesse muita conversa para que esses obstáculos fossem vencidos. Os alunos, mesmo tendo orientação, são obrigados a correr atrás de soluções. É uma maneira muito interessante para se adquirir novos conhecimentos.
Neste projeto são exemplos deste tipo de aprendizagem o funcionamento do osciloscópio, não conhecido antes pelos membros da equipe; a comunicação de um software com a porta paralela; e o funcionamento de um resistor LDR.
Muito importante também neste tipo de projeto é o trabalho em equipe, onde os alunos tem que aprender a ouvir um a opinião do outro e também saber trabalhar com as diferenças de cada um.
A realização de um pré-projeto e de um projeto com duração de meses é outra coisa com a qual os alunos tem que aprender a lidar, pois eles devem cumprir os prazos, o que faz com que se tornem mais organizados na maioria das vezes.
Em resumo pode-se afirmar que um projeto integrado, apesar de ser muito trabalhoso, é também uma das melhores maneiras de juntar diferentes disciplinas para se ter um mesmo objetivo.

AUTORES:
– Lauro Henrique de Aquino Rucke
– Natascha Zwar da Silva
– Rafael Hasson

CONTATO:
– lauroaquino@gmail.com
– taschi@gmail.com

IMAGENS: