Speedpro

Desenvolvemos um marcador de velocidade voltado para atletas.

CONTEÚDO:
Inicialmente planejamos o circuito no protoboard, o circuito básico que apenas detecta a presença de alguém foi cedido pelo professor Afonso, tivemos grandes problemas com o sensor receptor (Foto-emissor TIL78) pois o mesmo é muito sensível a luz, dessa forma os primeiros testes foram feitos com pouquíssima iluminação. Após este circuito estar funcionando adaptamos o circuito ao nosso projeto, usamos um flip-flop tipo D para determinar quando era o momento de iniciar e terminar a contagem do tempo.

Após toda essa parte funcionando demos inicio ao desenvolvimento dos pedestais para adaptarmos os sensores, procuramos fazer todos do mesmo tamanho para que o foto-emissor e o foto-receptor (TIL32) ficassem exatamente alinhados. para termos o isolamento do foto-receptor de qualquer influencia de luz externa fizemos um cano de 10cm e colocamos o mesmo dentro dessa forma ele passa a receber apenas o sinal do foto-emissor.

De início utilizamos cabos telefônicos para interligar todos os sensores porém tivemos grandes problemas com ruídos externos. Dessa maneira adaptamos o projeto para utilizar cabos coaxiais, estes possuem um maior isolamento eletromagnético.

Neste momento iniciamos a construção do software, um programa feito em Visual C ++, o programa possui um cronômetro que marca o tempo em que ele demora pra percorrer a pista, ou seja, pra atravessar os dois sensores. No programa o usuário digita a distancia a ser percorrida e dessa maneira calculamos a velocidade média e mostramos na tela.

MATERIAIS:
Dois TIL78 (Foto-receptor);
Dois TIL32 (Foto-emissor);
Dois Soquetes para CI 8 Pinos;
Dois Soquetes para CI 14 Pinos;
Dois Micro-controladores PIC 12F675;
Um Circuito integrado MAX232;
Um Circuito integrado 74LS74;
Um Regulador de tensão 7805;
Um Regulador de tensão 78L05;
Dois transistores BC548;
Dois Resistores 470ohm;
Dois Resistores 100ohm;
Três Resistores 1K ohm;
Quatro Capacitores 1uF;
Dois Capacitores 100uF;
Um Capacitor 10uF;
Um Capacitor 47nF;
Um LCD 16×2;
Dois LEDs (um verde e um vermelho);
Um Sensor de temperatura de precisão LM35;
Placas de fenolite para a confecção das placas de circuito impresso;
Cabos Coaxiais;
Ferro Trefilado;
Retalhos de chapa de ferro;
Tubos de ferro;
Thinner (solvente para tinha);
Tinta esmalte fosca para pintar os pedestais;
Conectores e cabos.

CONCLUSÃO:
A realização do projeto possibilitou a aplicação pratica do conteúdo aprendido nas aulas teóricas e também contamos com o aprendizado de inúmeros conteúdos que não são ensinados nas aulas teóricas.

Foi possível realizar o projeto mesmo depois de mudarmos sua idéia principal. A confecção dos pedestais até o desenvolvimento do software e a publicação do site na internet, foram pontos que nos fizeram atingir os objetivos propostos pelo projeto integrado.

Também é muito importante trabalhar em equipe e de fazer um planejamento do que será realizado, para evitar problemas com o tempo no projeto.

É possível afirmar que quando o aluno tem que correr atrás das informações e investigar por soluções, fazem com que o aluno entenda com uma maior extensão o respectivo assunto.

AUTORES:
– Diogo Rodrigues de Jesus
– Flávio José de Freitas
– José Léo Gonçalves Filho
– Leonardo Goslar Otto
– Samuel Alessandro Camargo

CONTATO:
– diogo.rjs@gmail.com
– flavio@hardnews.com.br

DOCUMENTAÇÃO:
Sp.pdf

IMAGENS: