Mayhem

Um veículo motorizado controlado por rádio.

CONTEÚDO:
A escolha de fazermos um veículo motorizado controlado por rádio era a intenção da maioria dos integrantes do grupo desde o 3º período.
    Decidimos então, junto à outras 2 equipes, organizar uma competição onde veículos motorizados, com alguns limites tais como o de peso e o de perímetro destes, iriam competir realizando provas no menor tempo possível.
    Visto que entre estes obstáculos estavam desníveis e provas de controle preciso, procuramos fazer um veículo o mais robusto e resistente possível, sem que com isso, ele perde-se muita velocidade. Adotamos como melhor opção, o esquema de um jipe para o nosso veículo.
    Na confecção dos circuitos, optamos por relés para controlar os motores, devido à alta tensão e significativa corrente que necessitava o motor, um sistema lógico composto por CIs 7400 e 7432 para manter o motores desligados se não lhes fossem enviados comando algum e por um receptor de rádio freqüência para controlar relés.
    Toda a estrutura do carro foi projetada por nós e feita em aço carbono no laboratório de soldagem, na própria Universidade.

MATERIAIS:
Circuitos:

4 relés-6V
4 bc548 ( transistores )
2 resistores 330Ohms
1CI 7432
1CI 7400
15 soquetes individuais ( para fios )
1 módulo de transmissão e recepção de 35mhz

Maquete:
 

2 rodas de patinete com rolamento interno
2 rodas de patinete sem rolamento interno
2 engrenagens de bicicleta ( marcha pesada )
1 Base de aço carbono
1 Eixo traseiro ( vide foto X da maquete )
1 Eixo frontal ( vide foto Y da maquete )
1 Bateria de 12V-4,5AH
1 Motor 12V- corrente contínua
1 Servo-Motor

CONCLUSÃO:
Conclusões de porte Acadêmico
Do ponto de vista acadêmico, o projeto foi satisfatório.
Mesmo o projeto não estando completamente funcional, aprendemos muito com a confecção do mesmo.
Com todos os problemas causados pela parte mecânica e pelos circuitos, tivemos muitas idéias e discutimos muito para solucioná-los. Como o nosso maior objetivo era o de projetar um veículo para observar todos os problemas na confecção de um projeto deste porte, o objetivo foi alcançado.
 

Conclusões de porte Técnico
Embora um pouco decepcionados com o resultado final, do ponto de vista técnico, o projeto , em sua grande parte, obteve um resultado satisfatório. Apesar dos problemas inesperados que tivemos em relação à parte mecânica do projeto, não tivemos maiores problemas com a parte dos circuito elétricos.
Devido a necessidade, compreendemos o funcionamento do componente relé e percebemos a gama de possibilidades que este componente possui.
Nos dois circuitos, foi preciso que implementássemos uma lógica digital para controlar os motores entre ativado e desativado. Compreendemos melhor, assim, o potência que possui este tipo de lógica, bem como sua utilidade prática.
Embora não utilizado nos circuitos, componentes como o capacitor foram previamente estudados e analisados no decorrer do projeto, o que facilitou uma melhor compreensão do uso destes.
Devido ao tempo escasso, não foi possível que fizéssemos um controle via pc do veículo. Na verdade, seria muito simples fazer esta conexão, visto que poderíamos facilmente modificar o circuito de transmissão de “chaves de pressão” para a “porta paralela”, porém, a falta de tempo nos impediu.
Talvez o objetivo técnico mais importante, a comunicação do carro através da radio freqüência, foi alcançado com êxito. Compreendemos como funciona a transmissão e a recepção destes sinais e as limitações do mesmo.

AUTORES:
– Bruno Aizawa Valença de Mello
– Dennis Carnelossi Furlaneto
– Franz Gustav Niedeheitmann
– Guilherme Spyra Gubert
– Hood Wilson Gusso Silva

CONTATO:
– cefalonx@gmail.com
– cpuinside2003@gmail.com

DOCUMENTAÇÃO:
gfdgfgdgfdgf.pdf

IMAGENS: